OS INSTRUMENTOS MORTAIS – CIDADE DOS OSSOS (POR GABRIELE)

tmi_exclusive

Instrumentos Mortais é mais uma, dentre várias séries de livros, que ganhou sua adaptação para o cinema. Após o fim de Crepúsculo e Harry Potter, começou uma disputa para ver quais franquias conseguiriam substitui-los, com isso muita coisa apareceu no mercado e chamou a atenção, como Jogos Vorazes.

Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos é uma mistura de todas as franquias que vemos por ai, vimos vampiros (que queimam quando são expostos ao sol, menos mal né), lobisomens que continuam com uma certa aparência de cachorro, demônios, bruxas, um instituto com aparência de Hogwarts com uma pitada de Instituto Xavier de X-mem. Em resumo o filme é uma salada mista de todas as franquias que estamos acostumados a ver, a produção traz mais ação do que nos 4 filmes da franquia de Crepúsculo, mas peca e muito na fragilidade de sua história intercalando flashbacks desnecessários e esquecendo de explicar porque raios o filme tem como subtítulo “Cidade dos Ossos” e o que são os tais Instrumentos da Morte. O que eu entendi vendo o filme é que é onde os caçadores das sombras, que são uma espécie de semi-anjo (acho que essa palavra não existe), são enterrados porem em momento algum eles explicam ao certo qual a função da tal “Cidade dos Ossos”. A produção traz como atores principais Jamie Campbell Bower e Lily Collins, ele fez o papel de Caius em Crepúsculo e ela, bom tem cara de Bella Swan (sem muitas expressões), o que nos leva a comparar constantemente as duas sagas.

O filme é fantasioso, meio confuso para quem não leu o livro (euzinha), contém o tradicional drama adolescente entre a mocinha, o melhor amigo dela e o cara estranho que aparece pra salvar a vida dela, o que deixa o filme com cara de adolescente, traz um drama paternal onde a mocinha descobre que o pai na verdade é o vilão interpretado por Jonathan Rhys Meyers, mas tudo tratado de uma forma superficial que chega a beirar o ridículo quando é mencionado um suposto incesto entre os personagens de Jamie e Lily.

Fazendo um resumo, Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos, é mais um daqueles filmes em que é melhor esperar a globo passar na Tela Quente ou baixar quando não se tem mais nada para fazer durante o dia, o que foi o meu caso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s